Tel.: + 351 210 924 600 / 1 - ext.: 4028
Publicações
Projetos em que participa

Ana Aranda da Silva

Bolseira de Pós-Doutoramento

Doutoramento, University of Southampton, 2005

Mestrado em Gestão da Zona Costeira, Bournemouth University, 1999

 

Domínios de Especialização

Área de especialização em ecologia, taxonomia e filogenia de protistas bentónicos do mar profundo de canhões e planícies abissais do mar da Arábia e margem Portuguesa através do uso de técnicas morfológicas, ultra-estruturais e moleculares. Área de especialização em taxonomia de foraminíferos de concha calcária, aglutinada e “mole”, xenofioforos e gromídeos ((> 63 µm em dimensão). Especialista no uso de microscopia electrónica de transmissão, de varrimento e de alta voltagem. Especialista em métodos moleculares de extracção, amplificação e sequenciação de ADN, alinhamento de sequências e análise através do uso de SeaView, PhyloWin, Neighbour Joining e métodos Maximum likelihood, ClustalX, PhyML and POY.

Actuais Interesses de Investigação

Nos últimos anos, tenho trabalhado com protistas bentónicos de mares profundos de zonas de grande produtividade. Presentemente, o trabalho centra-se nas comunidades de foraminíferos bentónicos em relação aos gradientes ambientais nos sistemas de canhões Portugueses: uma comparação entre comunidades de canhões diferentes, dentro de canhões e fora nas planícies abissais adjacentes. Este trabalho é realizado através do estudo de abundâncias, composição taxonómica, diversidade, distribuição vertical e rácios de vivos:mortos de foraminíferos bentónicos de multicores.

  • Como muitas espécies encontradas não estão descritas, a análise taxionómica incluindo a caracterização morfológica, ultra estrutural e molecular das espécies é uma parte essencial do trabalho antes de se fazer a caracterização biológica e ecológica.
  • O segundo objectivo principal é o relacionar os parâmetros acima referidos com os factores abióticos, em particular, a concentração de oxigénio e a produtividade.
  • O terceiro objectivo é estudar um grupo particular de foraminíferos gigantes que ocorrem em grandes abundâncias no canhão da Nazaré, os xenofioforos.