Tel.: + 351 210 924 657
Publicações

Carmen Mireya Rangel Archila

Categoria

Investigadora Coordenadora

Grau Académico

  • Pós Doutoramento- University of Newcastle-upon-Tyne, UK.
  • Doutoramento- University of Leeds, UK

 

Actividades

  • Conceção, participação e coordenação em projetos e programas de investigação em: Materiais para a Energia; Electroquímica na conversão de energia em pilhas de combustível e baterias avançadas; Aspectos críticos do armazenamento energético e Conversão electroquímica de CO2 em produtos de alto valor acrescentado.
  • Formação avançada de jovens investigadores
  • Orientação de estágios e teses de Mestrado e Doutoramento
  • Carmen M. Rangel é VicePresidente da Associação Portuguesa para a Promoção do Hidrogénio, AP2H2, e Representante Nacional no Fuel Cells and Hydrogen- Joint Undertaking. Forma parte do Conselho Científico de IMDEA Energia.

 

Áreas de Investigação

  • Design e aplicação de novos materiais nanoestruturados e funcionalizados e arquitecturas de eléctrodo e electrólitos para dispositivos electroquímicos de conversão de energia (pilhas de combustível, electrolizadores, baterias avançadas).
  • Células de combustível regenerativas.
  • Estudos mecanísticos e de diagnóstico para a caracterização de sistemas electroquímicos controlados por transferência de massa utilizando electroquímica dc e ac, incluindo modelação de espectroscopia de impedância.
  • Mecanismos de degradação e envelhecimento de  sistemas electroquímicos e impacto no desempenho. Critérios de durabilidade e influência no seu redesign.
  • Estudos de materiais semicondutores fotosensíveis para utilização em processos redox para a produção de energia.
  • Validação tecnológica de sistemas integrados em condições relevantes para a mobilidade / portabilidade e sistemas estacionários.
  • Novos materiais para a produção e armazenamento de hidrogénio e a sua integração em eléctrodos e protótipos. Associação a sistemas que utilizem fontes renováveis.
  • Novos reactores electroquímicos integrados para a redução de CO2.
  • Tratamentos de superfície para ligas estruturais. Estudos avançados de corrosão electroquímica.