Palestra "Identificação do potencial renovável para produção de electricidade em meio urbano"

A palestra realizou-se no dia 7 de abril de 2016, às 16:00h, no Auditório Solar XXI, no Pólo do Lumiar

Oradora: Teresa Simões

Resumo:

Nos últimos anos a preocupação das entidades governamentais com o aquecimento global conduziu ao lançamento de várias iniciativas europeias e nacionais com vista à redução das emissões de gases de efeito de estufa para a atmosfera, bem como para a redução da dependência em combustíveis fósseis. A preocupação em tornar mais eficiente o consumo de energia em geral, e energia eléctrica em particular, tem conduzido nos últimos anos à procura de soluções alternativas para a geração de energia e à adopção de medidas com vista à sensibilização das sociedades para a utilização eficiente de recursos e de energia.

Neste contexto, surgiram nos anos mais recentes conceitos como, Cidades Inteligentes e Cidades Sustentáveis, os quais recorrem, de forma natural, à utilização de sistemas de energias renováveis para produção de electricidade.  

O desenvolvimento do conceito Cidades Inteligentes não foi, contudo, acompanhado do necessário desenvolvimento e disponibilização de metodologias de caracterização do potencial energético dos recursos renováveis das cidades, bem como da sua quantificação, por forma a promover uma boa gestão dos recursos existentes e o desejável desenvolvimento sustentável urbano. Muito embora a caracterização do potencial solar possa actualmente ser efectuada com recurso a ferramentas inseridas em plataformas de informação geográfica, a sua quantificação à escala da cidade num contexto de sustentabilidade energética, carece ainda de metodologias estruturadas. A avaliação do potencial eólico urbano é actualmente um tema amplamente debatido entre os especialista, quer do sector eólico, quer das diversas áreas que se dedicam ao estudo do vento neste tipo de ambientes, tendo ainda um longo caminho a percorrer até que se encontrem metodologias fiáveis e de utilização pouco complexa e não onerosa.

Assim, apresentam-se metodologias de aplicação simples e pouco onerosas que permitem a caracterização e a quantificação do potencial renovável em ambiente urbano para a instalação de sistemas de produção de electricidade.

Nota biográfica:

Teresa Simões é doutorada em Energia e Ambiente com especialidade em Energia e Desenvolvimento Sustentável pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa desde Março de 2015. Tem um Mestrado em Ciências e Engenharia da Terra desde Junho de 2004 e é Licenciada em Ciências Geofísicas na área da Meteorologia e Oceanografia desde 1999, ambos os graus obtidos na mesma Universidade.

É Bolseira de Investigação do LNEG desde 1998 na área da Energia Eólica tendo-se dedicado ao estudo de metodologias de avaliação do potencial eólico em terrenos complexos e ao desenvolvimento de Bases de Dados do Potencial Eólico, tendo desenvolvido a primeira base de dados de locais com elevado potencial eólico em Portugal continental – EOLOS em 2000.

Desde 2004 tem também tido actividade de investigação na área do planeamento de energias renováveis quer em ambientes complexos quer em ambientes urbanos tendo como base técnicas de Informação Geográfica em plataformas SIG, área em que desenvolveu o seu trabalho de investigação para a obtenção dos graus de Mestre e Doutor.

Foi Membro da plataforma tecnológica TPWind – WG1 – Wind Conditions entre Maio de 2014 e Outubro de 2015.

Desde 2015 é membro do Working Group 1 -  Wind Simulation and Built Environment Wind Energy Technology da TUD COST Action TU1304 – Wind energy technology reconsideration to enhance the concept of smart cities.

Teve participação em diversos projectos Nacionais e Europeus entre os quais se destacam: ESFRI WindScanner; FP7 Norsewind and FCT Roadmap WW, sendo actualmente membro da equipa do LNEG no projecto ERANET+/FCT NEWA – New European Wind Atlas.

Destinatários:

Investigadores, técnicos, empresas e público em geral com interesse nesta temática. 

Data e hora:

7 de abril de 2016 das 16:00h às 17:00h.

Localização
 


Subscrever a Newsletter do LNEG

Pesquisar nesta área