Palestra "Valorização de materiais lenhocelulósicos para obtenção de hemicelulose e lenhina de elevada qualidade"

A palestra realizou-se no dia 22 de abril de 2016, no Auditório Solar XXI do LNEG, no Pólo do Lumiar

Oradora: Patrícia Moniz

Resumo:

Entre os métodos que permitem o fraccionamento selectivo dos componentes lenhocelulósicos, destacam-se os processos hidrotérmicos, que têm a vantagem de permitir uma recuperação elevada das hemiceluloses na forma de sacáridos solúveis, enquanto que a celulose e a lenhina podem ser recuperadas, quase na totalidade, na fase sólida. Relativamente às hemiceluloses, a utilização de processos de auto-hidrólise conduz ao seu fraccionamento com a produção simultânea de oligossacáridos, compostos de alto valor acrescentado com várias aplicações industriais A obtenção de lenhinas de elevada pureza com características adequadas às aplicações industriais pode ser um fator determinante para a economia das biorrefinarias. A utilização de métodos de deslenhificação suaves, nomeadamente misturas aquosas com solventes orgânicos (organosolv) permite obter lenhinas de elevada pureza, e os solventes orgânicos (em geral, produtos das biorrefinarias) podem ser facilmente recuperados.

Neste trabalho, foram utilizados subprodutos de culturas agrícolas com importância nacional e internacional, palhas de milho e de arroz, e actualmente com baixa valorização, para a produção de hemiceluloses e lenhinas de elevada qualidade. 

Nota biográfica:

Patrícia Moniz é licenciada e mestre em Engenharia Alimentar e concluiu em 2014 o Doutoramento com o tema "Processos de fraccionamento de resíduos agro-industriais para obtenção de hemiceluloses e lenhina de elevada qualidade para aproveitamento integrado no âmbito de uma biorrefinaria" no Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa. Desenvolveu o seu projeto de Mestrado no ex-INETI, com o tema “Valorização de xaropes de alfarroba para a produção de manitol” e o projeto de Doutoramento na Unidade de Bioenergia do LNEG em colaboração com o Centro de Estudos Florestais do ISA.

As suas principais actividades de investigação são no domínio dos processos de pré-tratamento da biomassa e conversão de hidrolisados para aproveitamento integrado no âmbito das biorrefinarias e na valorização de resíduos e subprodutos lenhocelulósicos para a obtenção de produtos de valor acrescentado por via química e biotecnológica.

Destinatários:

Todos os interessados nesta temática.

Data e hora:

22 de abril de 2016 das 11:00h às 12:00h.

Localização
 


Subscrever a Newsletter do LNEG

Pesquisar nesta área