Museu Geológico
Exposição “Guidelines Against Disappearance” da artista Antonia Bañados

A exposição esteve patente no Museu Geológico de 4 a 14 de abril de 2018.

A exposição Guidelines Against Disappearance da artista Chilena Antonia Bañados, especula sobre a criação de um plano para recrear a vida na Terra, num tempo futuro, em que se esgotou toda a água do planeta. Através do desenho, imagens baseadas em gráficos e de objectos, a exposição reflecte sobre a permanência, a fragilidade e a qualidade efémera da paisagem, assim como no absurdo esforço humano em tentar controlá-la.

Nesta exposição no Museu Geológico, também está representado o músico Britânico Mike Parr-Burman, com uma peça de som que, como uma banda sonora mutante se vai desenvolvendo no tempo.

O trabalho de Antonia Bañados explora a percepção temporal e espacial através da relação entre os fenómenos naturais (astronómicos e geológicos) e os eventos e objectos do dia-a-dia.

A sua prática procura estratégias visuais, sensoriais e narrativas que dialogam com regimes de objectividade científica, remetendo o observador para a ligação que existe entre a ilustração técnica e os seus métodos expositivos característicos, assim como para o seu registo e tradução para a linguagem cinematográfica.

Participou em várias exposições colectivas e individuais em galerias e centros culturais no Chile, Reino Unido, Espanha e outros, recebendo reconhecimento em várias oportunidades, das quais se destacam: Platform 2015 no Edinburgh Art Festival, Jackson’s Young Artist Prize na Annual show of Royal Watercolour Society of London (2016, Bankside Gallery), e a exposiçao individual Pauta para el Caos na Galería AFA (2017, Chile).

Guidelines Against Disappearance teve o apoio da Fondart Nacional 2017 (Governo Chileno).
 

Museu Geológico de Lisboa

Rua Academia das Ciências, Nº 19 - 2º., 1249-280 Lisboa

Contactos do Museu Geológico e localização no mapa
 


Eventos relacionados:

https://www.facebook.com/events/357225971447803/

Pesquisar nesta área