Museu Geológico de Lisboa recebe a exposição "Subterrâneo"

A exposição esteve patente no Museu Geológico de 18 a 31 de agosto de 2018.

Depois de uma breve exposição no Ateneu Comercial de Lisboa em 2016, este é o segundo momento em que Eduardo Fonseca e Silva e Francisca Valador apresentam o seu trabalho individual e coletivo.

Subterrâneo, título desta exposição, conduz-nos de regresso à caverna, para uma revisão sobre o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido. A constante partilha de ideias e problemática, a cumplicidade sentida por duas personalidades distintas que se suportam, permite a união, senão mesmo a fusão destas duas linguagens.

A inauguração da exposição decorreu no dia 18 de agosto de 2018.

Sobre Eduardo Fonseca e Silva:
Eduardo Fonseca e Silva (1993, Lisboa) vive e trabalha em Lisboa. Estudou Pintura na FBAUL (2011-15) e fez Erasmus na Universidad Complutense de Madrid (2013-14). Exposições coletivas: Forehead, FEA - Festival de Espaços de Artistas, Rua de Xabregas 12, Lisboa(2018); The Dog is Very Confused, Galeria FOCO, Lisboa (2018); Deu Lugar, Associação Goela, Lisboa (2017); 3. Casa da Dona Laura, Rua Dom Carlos Mascarenhas 22, Lisboa (2017); Crisálida, Planador, Mafra (2017); Sermão (com Francisca Valador), Projeto Casa-Animal da Musa Paradisíaca, BoCA – Biennial of Contemporary Arts, Lisboa (2017); Alguns Desenhos, Areeiro, Lisboa (2017); Casa Ocupada, Rua Dom Carlos Mascarenhas 22, Lisboa (2016); Arte Jovem – Exposição Concurso-Prémio de Artes Visuais, Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa (2016); Corda Bamba, Ateneu Comercial de Lisboa (2016); PERIPLOS/ Arte Portugués de Hoy, Centro de Arte Contemporânea de Málaga, Espanha (2016). Residências: CEAC, Vila Nova da Barquinha (2017); Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa (2016-17).

Sobre Francisca Valador:
Francisca Valador (1993, Lisboa) vive e trabalha em Lisboa. Licenciatura em Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa (2011–15). Exposições coletivas: Forehead, FEA - Festival de Espaços de Artistas, Rua de Xabregas 12, Lisboa (2018); The Dog is Very Confused, Galeria FOCO, Lisboa (2018); Deu Lugar, Associação Goela, Lisboa (2017); Sermão (com Eduardo Fonseca e Silva), Projeto Casa-Animal da Musa Paradisíaca, BoCA – Biennial of Contemporary Arts, Lisboa (2017); Alguns Desenhos, Rua Atriz Virgínia, Lisboa (2017); Casa Ocupada, Rua Dom Carlos Mascarenhas 22, Lisboa (2016); Forwards + Bacwards, Rua Dom Carlos Mascarenhas 22, Lisboa (2016); Exposição Finalistas Pintura 14‘15, Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa (2016); Corda Bamba, Ateneu Comercial de Lisboa (2016). Residências: CEAC, Vila Nova da Barquinha (2017).

Horário: Segunda a sábado, das 10h às 18h.
 

Museu Geológico de Lisboa

Rua Academia das Ciências, Nº 19 - 2º., 1249-280 Lisboa

Contactos do Museu Geológico e localização no mapa

 


Notícias relacionadas:

Museu Geológico de Lisboa recebe a exposição "Subterrâneo"

Pesquisar nesta área