Palestra "Evolução tectono-estratigráfica cenozóica do litoral alentejano (sector Melides-Odemira)"

A Palestra realizou-se a 17 de abril de 2019, no Auditório Carlos Ribeiro, Campus do LNEG em Alfragide

Orador: Ricardo Ressurreição

Resumo:

A apresentação focou-se nos processos de sedimentação e deformação tectónica no sector litoral do Alentejo que ocorreram ao longo do Cenozóico, num contexto de tectónica compressiva relacionada com a orogenia alpina. Abordou os três domínios paleogeográficos (com sedimentação associada) que rodeiam os relevos litorais de Grândola e Cercal: a planície litoral, a bacia de Alvalade e a zona de transição entre as bacias de Alvalade e do Baixo Tejo.
O registo sedimentar cenozóico apresenta-se relativamente completo, tendo-se identificado seis etapas de sedimentação principais relacionadas com factores tectónicos, eustáticos e climáticos: 1) Eocénico-Aquitaniano; 2) Serravaliano superior-Tortoniano inferior; 3) Messiniano; 4) Zancleano-Placenciano; 5) Gelasiano; 6) Plistocénico Médio-Superior.
Intercalados e contemporaneamente a estas fases sedimentares ocorreram episódios de deformação tectónica durante o Eocénico, o Burdigaliano, o Tortoniano, e ao longo de todo o Pliocénico e Plistocénico. Esta deformação deu-se principalmente em regime transpressivo.
As deformações verificadas durante o período neotectónico considerado (aproximadamente os últimos 5 Ma) estão expressas por deslocamentos associados a falhas e por movimentos verticais positivos da crusta.

Nota biográfica:

Ricardo Ressurreição
Formação académica na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, com licenciatura em Geologia, mestrado em Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território, com especialização na área da Neotectónica, e doutoramento em Geodinâmica interna, focado na tectónica cenozóica e seu papel condicionante nos processos sedimentares.
Desde 2008 colabora com o LNEG, principalmente na área da cartografia geológica, debruçando-se na estratigrafia do Cenozóico, tectónica alpina e neotectónica.

Destinatários:

Todos os interessados nesta temática

Data e hora:

17 de abril de 2019 às 15h00.

Localização

Pesquisar nesta área