Palestra "As missões Apollo: as saídas de campo geológicas mais caras da História"

A Palestra realizou-se a 12 de julho de 2019 no Auditório Carlos Ribeiro, Campus do LNEG em Alfragide.

Orador: Rui Moura (FEUP)           

Resumo:

O LNEG pretendeu comemorar os 50 anos da primeira alunagem na missão Apollo 11, que em Portugal teve lugar de 20 para 21 de Julho de 1969. Para tal, convidou o Prof. Doutor Rui Moura a transmitir a sua experiência enquanto astronauta sub-orbital, fazendo igualmente um retrato do que foram as missões Apollo à Lua, entre 1968 (Apollo 7) e 1972 (Apollo 17), bem como os seus objetivos e diferenças relativamente a outros programas espaciais. O Programa Apollo, em particular, foi um programa de exploração espacial criado pela NASA, em que as geociências tiveram um papel fundamental, ao ter como objectivo a alunagem, o que permitiu compreender melhor a Lua, e como tal, também a Terra. Nesta conferência foram abordados aspectos ligados à selecção e treino dos astronautas, as metodologias aplicadas, nomeadamente ao nível de geologia e geofísica aplicada, alguns dos resultados obtidos, bem como os custos económicos envolvidos.

Nota biográfica:

Rui Miguel Marques Moura é docente da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (Professor Auxiliar) e investigador do Instituto das Ciências da Terra (ICT-Porto) e encontra-se na direção do Instituto Geofísico da Universidade do Porto (IGUP-Serra do Pilar). Em 2015, foi um dos selecionados para frequentar o curso de especialista científico para uma futura missão espacial suborbital Norte Americana, na qual eram pedidos um conjunto de pré-requisitos muito específicos. O projeto e respetivo curso são apoiados pelo programa Flight Opportunities da NASA. Em 2016, obteve a qualificação inicial de "Scientist Astronaut" na Universidade Aeronáutica de Embry Riddle, Florida. No decorrer da formação continuada neste domínio específico da qualificação como tripulante espacial frequentou e obteve os seguintes cursos e qualificações:

  • “Suborbital Mission Operations” na Universidade Aeronáutica de Embry Riddle, Florida
  • “Advanced Hypobaric Chamber Program (FAA FITS)” pela Southern AeroMedical Institute, Florida
  • “BIO 101 Spaceflight Physiology”, E. Seedhouse, Universidade Embry Riddle, Florida
  • “BIO 102 Spacecraft Egress and Rescue Operations”, J. Reimuller (IIIAS e ex-NASA),
  • International Institute for Astronautical Sciences (IIAS), Colorado
  • “BIO 104 Spacesuit Post-Landing Operational Testing”, J. Reimuller and K. Trujilo (Lockheed
  • Martin, ex-NASA), International Institute for Astronautical Sciences (IIAS), Colorado
  • “AER 101 Suborbital Space Environment”, A. Kleinboehl (JPL Science – NASA) International
  • Institute for Astronautical Sciences (IIAS), Colorado
  • “Aviation Survival & Egress Training EBD (ASET2)”, Survival Systems USA, Groton Connecticut
  • “Sea Survival Course”, Survival Systems USA, Groton Connecticut
  • “Introduction to Aerospace Engineering: Astronautics and Human Spaceflight” do MIT
  • “Space Mission Design and Operations” do École polytechnique fédérale de Lausanne
  • “Human Spaceflight – An introduction” do KTH Royal Institute of Technology in Stockholm

Cientificamente, além da sua atividade de docência em geofísica aplicada e da publicação de mais de 50 artigos em revistas indexadas e comunicações em congressos, tem feito palestras frequentes, por convite, em várias instituições, partilhando a sua experiência. Tem, além disso, feito aquisição de dados geofísicos e de deteção remota utilizando aeronaves. Em termos de credenciais aeronáuticas, é piloto de aeronaves desde 1991, possuindo a qualificação de piloto de aviões (PPL (SEP), voo nocturno e qualificação de acrobacia aérea)) tendo já pilotado mais de 25 tipos aeronaves diferentes (desde aviões ligeiros até aos jactos militares). Participou, durante três anos, em competição de acrobacia aérea (2005, 2007 e 2008) tendo chegado a alcançar o 3º lugar da categoria elementar do campeonato Ibérico de 2005. Participou também, durante cinco anos, em ações de vigilância florestal contra incêndios.

Destinatários: Geólogos, Engºs Geólogos, Geofísicos, alunos destas licenciaturas, interessados em astronáutica, interessados em história contemporânea.

Data: 12 de julho 2019.


Localização

Pesquisar nesta área