EERA - European Energy Research Alliance

2º Congresso Anual da EERA terminou com sucesso em Bruxelas

O LNEG teve, e tem, uma participação muito ativa e relevante, não só na criação da EERA, como co-fundadores, mas também através da participação ativa na quase totalidade dos Joint Programmes criados. Estes programas conjuntos já envolvem em colaboração mais de 1000 investigadores europeus e os representantes de cada país têm, por sua vez, a obrigação de transmitir este espírito de colaboração aos seus países trazendo essa mais valia para dentro da EERA. É com este espírito que o LNEG divulga as atividades da EERA e as conclusões do seu Congresso anual.

No segundo Congresso Anual da EERA, que teve lugar nos dias 2 e 3 de maio em Bruxelas, foi apresentado o ponto de situação das atividades da Aliança Europeia de Investigação Energética e dos seus programas conjuntos, aos mais de 260 participantes que estiveram presentes no evento.

A EERA (European Energy Research Alliance) representa atualmente a mais importante iniciativa no domínio da investigação pública na Europa. Criada em 2007 por dez instituições fundadoras (à qual se juntaram recentemente mais 5 membros), envolve hoje mais de 2.000 investigadores, oriundos de mais de 150 organizações europeias, representando um investimento de mais de 200 milhões de euros.

Através da aposta na cooperação e alinhamento das suas atividades em programas conjuntos, as organizações Europeias de investigação na área da energia têm capacidade para acelerar o desenvolvimento de tecnologias de baixo carbono. Este modelo de organização da investigação permitirá reduzir a duplicação de atividades em toda a Europa, e atingir a redução de emissões de CO2 e as metas energéticas da UE, de forma mais efetiva e eficiente.

A abrir o evento esteve Hick Heinrich, membro do gabinete do Comissário Günther Oettinger para a Energia, que afirmou: "Uma das prioridades da Comissão Europeia é o escalonamento da investigação a nível europeu, através da atribuição de um papel mais importante aos Estados-Membros e à indústria". De seguida, apresentou os últimos desenvolvimentos e iniciativas da Comissão Europeia no domínio da energia, seguido do discurso de boas vindas, proferido por Henrik Bindlsev, presidente da EERA.

Keith Sequeira, membro do gabinete da Comissária Máire Geoghegan-Quinn, afirmou no seu discurso que "O aspeto mais importante para a implementação da EERA é a aproximação transnacional dos vários sistemas nacionais para um trabalho conjunto".

Em seguida, Hervé Pero, Diretor de Energia, DG IDTI da Comissão Europeia, apresentou uma visão global sobre o SET Plan e sobre o papel da investigação na área da energia.

O Congresso representou uma oportunidade para apresentar à comunidade europeia de investigação em energia, os avanços que ocorreram na EERA desde o seu lançamento. As frutíferas discussões constituiram um contributo para progressos futuros, tal como aconteceu na sessão final do painel, onde Rudolf Strohmeier, Vice-Diretor Geral, DG IDTI da Comissão Europeia, apresentou a visão da CE sobre a implementação da EERA. Frank-Detlef Drake, vice-presidente da RWE AG, responsável pela Investigação e Desenvolvimento Corporativo, RWE AG, reconheceu os bons resultados e a utilidade da EERA para o setor industrial.

O próximo encontro está marcado para o 3º Congresso EERA em 2013.

Pesquisar nesta área