Expert-Meeting sobre Captura e Armazenamento de Carbono (CCS) na Noruega e Portugal

19 de Fevereiro de 2013, LNEG

No dia 19 de Fevereiro a Embaixada da Noruega em Lisboa e o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) organizaram um seminário sobre a Captura e Armazenamento de Carbono (CCS). O seminário teve lugar nas instalações do LNEG.

O objetivo do seminário foi dar seguimento à propostas de projectos que foram lançadas durante uma conferência sobre CCS, organizada em 2010, também pela Embaixada da Noruega e o LNEG. Os assuntos abordados neste evento foi uma possível contribuição Norueguesa para um projecto piloto Português para armazenamento de CO2 em terra: “Lusitânia”, e um projecto de capitação para investigadores e empresas com ligação à CCS. A primeira parte do seminário foi uma actualização sobre o trabalho em CCS desenvolvido nos dois países desde a conferência em 2010. Depois, uma possível colaboração bilateral foi discutida em mesa-redonda. Finalmente os participantes discutiram um plano de acção e o progresso dos projectos.

O seminário teve uma participação profissional muito forte dos dois países. De Portugal participaram, para além do LNEG, a Direcção Geral de Energia e Geologia (DGGE), a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) da Universidade de Évora, EDP, Galp, Partex e representantes da indústria, como SECIL e também a Quercus que é uma ONG ambiental. No lado norueguês participou Øyvind Christophersen (CPA), Niels Peter Christensen (CLIMIT), Håkon Hauan (Innovation Norway - Madrid), Bjørn Berger (Statoil), Maria Barrio (SINTEF) e Jonas Helseth (Bellona Europa).

O seminário deu uma ênfase particular na necessidade de financiamento para a execução dos projectos acima mencionados. Uma série de outros assuntos relacionados também foram discutidos, incluindo oportunidades de transferência de conhecimentos e experiências do sector petrolífero para a CCS, uma pesquisa mais interdisciplinar, a necessidade de parceiros comerciais e bem como uma melhor comunicação aos decisores, organizações e habitantes locais. Para o trabalho futuro, o LNEG vai acompanhar o seminário com uma descrição do projecto, a Universidade de Évora vai fornecer uma descrição completa do Lusitânia que podem viabilizar aplicações de apoio financeiro. A Embaixada vai continuar a facilitar a interacção entre os operadores Portugueses e Noruegueses.

Fonte: www.noruega.org.pt

Pesquisar nesta área