Wifi-solar made in Portugal

Com o apoio do COMPETE, a Tekever, em parceria com o LNEG, finalizou o projeto Solarnet, que visou a criação de um sistema de comunicações que combina redes "ad hoc" sem fios terrestres e satélites, com o aproveitamento da energia solar.

A investigação, levada a cabo por estas entidades, prevê ainda um sistema complementar de carregamento e armazenamento de energia no local, que torna a rede de comunicações autónoma em termos energéticos durante mais tempo.

"A rede SOLARNET será composta por um conjunto de nós "ad hoc" (denominados SolarNode), que proporcionarão capacidade de comunicação "wireless" e serão alimentados por energia solar", explica Ricardo Mendes, administrador do grupo tecnológico Tekever, "na prática, esta tecnologia cria liberdades de comunicação quase ilimitadas em qualquer ponto do Globo".

Adicionalmente, esta tecnologia poderá ainda permitir iluminação de baixo consumo (SolarNode Light), comunicações através de satélite (SolarNode Satlink) ou até fornecimento de energia a outros dispositivos electrónicos (SolarNode Energy), esteja onde estiver.

Apoiado pelo COMPETE – Programa Operacional Factores de Competitividade, o projeto Solarnet poderá ter aplicações futuras junto, por exemplo, de forças de proteção civil e de segurança, tirando partido da rede de parceiros de Investigação e Desenvolvimento e utilizadores da tecnologia desenvolvida pela Tekever. 

"O apoio do COMPETE poderá, desta forma, ter repercussões em linhas complementares de investigação e desenvolvimento tecnológicos, com efeitos reais na criação de produtos para estes mercados", sustenta ainda o responsável.


Fonte: www.pofc.qren.pt a 17 de março de 2015

Pesquisar nesta área