LNEG integra campanha portuguesa a caminho da Antártida

A campanha da PROPOLAR 2016-17 partiu para a Antártida onde intrega, até março, uma missão com vários países parceiros. A bordo foram 19 cientistas portugueses que estão a trabalhar em 7 projetos de investigação.

A 19 de janeiro partiu de Punta Arenas, no Chile, uma missão científica rumo à Antártida. A bordo, seguiram a campanha antártica portuguesa 2016-17, que decorrerá até ao mês de Março com o apoio de países parceiros. Esta campanha é financiada pelo Programa Polar Português (PROPOLAR), através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) participa no Projeto GEOPERM III - Estudo geológico, geoquímico e do permafrost nas Penínsulas de Fildes e Barton, Ilha King George, Antárctida, no qual continuará a realizar a cartografia geológica/litológica detalhada da Península de Fildes, à escala 1/5000, iniciada em 2015 (proj. GEOPERM), e terminá-la na Península de Barton (iniciada em 2016, com o proj. GEOPERM II). Será realizada uma amostragem de rochas ígneas, para análise geoquímica, para investigação da evolução petrológica e geodinâmica do arco vulcânico das ilhas Shetland do Sul. A definição detalhada das características litológicas, irá contribuir para o estudo da difusividade térmica do solo e, assim, complementar os modelos para a distribuição do permafrost.

Numa outra vertente, irá apoiar os estudos, em desenvolvimento, referentes à dinâmica geomorfológica da região e contribuir para a definição das unidades geoecológicas. A integração de novos dados de índole litológica contribuirá significativamente para a avaliação do estado térmico do permafrost das duas Penínsulas que se localizam numa região extremamente sensível às alterações climáticas.
 


 

Conheça aqui todos os projetos ao detalhe.
 


Notícias relacionadas:

Indo eles, indo eles a caminho… da Antárctida

www.publico.pt a 21 de janeiro de 2017

Projeto português Propolar apoia logística internacional na Antártida

expresso.sapo.pt a 17 de janeiro de 2017

Cientistas portugueses na Antártida estudam mudança climática e poluição por mercúrio

www.dnoticias.pt a 18 de janeiro de 2017

Portugueses rumam à Antártida para estudar poluição por mercúrio

www.noticiasaominuto.com a 17 de janeiro de 2017

Programa polar português leva 19 cientistas de todo o país a trabalhar na Antártica

www.cmjornal.pt a 17 de janeiro de 2017

Pesquisar nesta área