Primeira reunião de progresso do projeto H2020 Smart Exploration - Sustainable mineral resources by utilizing new Exploration technologies

A reunião, organizada pelo LNEG, decorreu nos dias 14 e 15 de setembro, em Lisboa.

O projeto H2020 Smart Exploration -  Sustainable mineral resources by utilizing new Exploration technologies, tem como objetivos o desenvolvimento de metodologias inovadoras de exploração geofísica e a utilização de dados históricos e métodos tradicionais na descoberta de novos alvos mineiros. No âmbito da reunião, cujo propósito foi avaliar o progresso do projeto e discutir problemas e soluções, ocorreram ainda duas visitas à mina de Neves-Corvo, uma no dia 13 para todo o grupo e outra no dia 17, restrita a um grupo de 8 pessoas que irão no início do próximo ano participar em trabalhos de sísmica no interior das galerias da mina, a 600 m de profundidade. A mina de Neves-Corvo é uma das minas envolvidas no Smart Exploration, juntamente com outras na Suécia, Finlândia, Kosovo e Grécia.

A reunião, contou com 55 participantes afetos a múltiplas empresas mineiras, de serviços, universidades e instituições científicas governamentais tais como a Univ. Uppsala (Suécia), TU Delft (Holanda), Somincor/Lundin Mining (Portugal), Yara (Finlândia), Geopartner (Polónia), Univ. Nacional Técnica de Atenas (Grécia), Politécnico de Turim (Itália), etc., permitiu concluir que os trabalhos têm decorrido de acordo com o planeado. Foram identificados alguns problemas para os quais foram encontradas soluções. Relativamente à mina de Neves-Corvo, concluiu-se já uma parte importante dos trabalhos, que foram a compilação/validação dos dados de geofísica previamente existentes, dados de sondagens, dados geológicos e a construção de bases de dados das propriedades físicas das rochas na região da mina, nomeadamente densidades, susceptibilidades magnéticas e condutividades. Iniciou-se já a atualização de um modelo 3D da região da mina estabelecido no âmbito do projeto FP7 Promine, que irá permitir realizar a modelação 3D gravimétrica e de dados electromagnéticos durante o próximo ano. Decorrem também neste momento os trabalhos de preparação para a realização de sísmica no interior da mina e à superfície, que visam investigar o possível prolongamento em profundidade da mineralização no corpo do Lombador.

 

foto de grupo

 

Foto na Litoteca do LNEG em Aljustrel

 

Foto de grupo

Pesquisar nesta área