Crise vai criar redução artificial de resíduos urbanos

A meta foi lançada pelo Programa de Prevenção de Resíduos Urbanos: Portugal tem agora menos de seis anos para cumprir a meta de 10 por cento de redução deste tipo de resíduos

Entre os objectivos do programa estão acções de prevenção por fluxo de resíduos, tais como a adesão à factura electrónica, no caso do papel, a promoção da compostagem individual e colectiva, de matérias orgânicas, ou a substituição de sacos de utilização única por alternativas reutilizáveis, no caso das embalagens e plásticos.

Paulo Partidário, da Unidade de Produção-Consumo Sustentável do Laboratório Nacional de Engenharia e Geologia (LNEG), acredita que a solução passa por progredir para uma sociedade mais eficiente na gestão do desperdício e dos recursos. «Pela complexidade de que se reveste a temática da prevenção de resíduos urbanos, por estar intimamente associada ao comportamento do consumo, é também nossa convicção que deve desenvolver-se um esforço integrado nas cadeias de produção-consumo, convenientemente articulado com diferentes instrumentos económicos e financeiros», defende.

 

in www.ambienteonline.pt - 22-11-2010

Links

Pesquisar nesta área