PME do setor energético terão apoio do Governo para aposta em mercados emergentes

Governo pretende "dar corpo ao objetivo de apoiar as empresas a procurar novas oportunidades de negócio"

O secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes, que abriu o seminário sobre internacionalização das PME de energia, a decorrer em Lisboa, afirmou que, com a assinatura de um contrato entre a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a Agência para a Energia (ADENE) e o EnergyIn, o Governo pretende "dar corpo ao objetivo de apoiar as empresas a procurar novas oportunidades de negócio".

Henrique Gomes adiantou que durante este ano, o Governo vai "estar presente em países como México, Angola, Moçambique, África do Sul, China e Brasil" e desafiou os empresários a associarem-se, estando convicto "que estas missões trarão resultados tangíveis em estreita colaboração com a AICEP e diplomacia económica".

O secretário de Estado disse ainda que, segundo a Agência Internacional de Energia, se prevê que até 2035 o consumo de energia aumente um terço qundo comparado com 2010 e que tal aumento "se deverá em 90 por cento a países exteriores à OCDE", ou seja para os países de economias emergentes.

A aposta de Portugal deve ser, assim, tais países e "para os quais o nosso conhecimento e as nossas tecnologias deverão ser canalizadas", referiu Henrique Gomes, acrescentando que a aposta deve ser "nos mercados onde mais podemos fazer a diferença e onde o consumo energético mais cresce, associado ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB)".

Perante uma assistência de empresários de pequena e médias empresas (PME), o secretário de Estado reforçou que "Portugal tem capacidade comprovada, experiência e credibilidade para competir em qualquer país".

O seminário sobre a internacionalização das PME de energia decorre no Ministério da Economia, com intervenções de José Vital Morgado, administrador da AICEP, Teresa Ponce de Leão, presidente do Laboratório Nacional de Energia e Geologia, Custódio Miguéns, presidente da EnergyIN e Alexandre Fernandes, diretor-geral da ADENE, bem como empresários ligados à Amorim Isolamentos, Efacec, Martifer Solar, etc.

O encontro termina com Carlos Oliveira, secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, e a assinatura do contrato de internacionalização.

In www.rtp.pt a 17 de janeiro de 2012

Notícias relacionadas:

Seminário Internacionalização de PME de Energia - Uma Nova Abordagem

In www.adene.pt a 31 de janeiro de 2012

PME vão ter apoio para entrar nos mercados emergentes

In Agência Financeira a 17 de janeiro de 2012

Pesquisar nesta área