Energie apresenta novas soluções de energia renovável

Associação entre energia solar e bombas de calor reduz consumo de eletricidade

O grupo de trabalho da Agência Internacional de Energia (AIE) - Task 44/Annex 38 anunciou recentemente que os resultados do estudo em curso sobre soluções de energia solar térmica e bombas de calor estarão concluídos até ao final do ano.

Reunidos pela primeira vez em Portugal, mais concretamente na Póvoa do Varzim, os especialistas de 36 centros de pesquisa europeus apresentaram ainda o ponto de situação do estudo que teve início em 2010 e que dá um novo impulso a soluções alternativas de energia renovável.

Tendo surgido na sequência do projeto 20 da União Europeia, que visa reduzir em 20% as emissões poluentes até 2020, o projeto visa estudar as soluções atualmente disponíveis e procurar definir critérios para a monitorização, estudo e ensaio das mesmas, de forma a contribuir para a sua correta penetração no mercado.

Organizado pela Energie, empresa portuguesa líder mundial de sistemas solares termodinâmicos e membro da Task 44, em parceria com o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), o encontro teve como objetivo debater a otimização e a sustentabilidade dos sistemas que combinam energia solar térmica com bombas de calor.

Certificação de sistema

Em declarações à "Vida Económica", Luís Rocha recordou que a Diretiva 2009/28/CE considera as bombas de calor uma fonte de energia renovável, dentro de parâmetros que serão anunciados em 2013. A "Agência Internacional de Energia vai rapidamente certificar a utilidade e sustentabilidade de energias renováveis alternativas, entre as quais a associação entre energia solar e bombas de calor, acrescentou o presidente da Energie.

Recorde-se que, ao contrário dos sistemas solares térmicos tradicionais, a grande vantagem dos sistemas combinados de energia solar térmica com bombas de calor, entre os quais se encontra o sistema solar termodinâmico da Energie, é a redução significativa do consumo de eletricidade da bomba de calor e a possibilidade de aquecimento e arrefecimento 24 horas por dia. Nesse sentido, "as soluções da Energie enquadram-se perfeitamente nos novos desígnios da energia do futuro e assumem-se como a resposta ideal às atuais necessidades de habitação ecoeficiente", rematou Luís Rocha.

In Vida Económica - Principal a 18 de maio de 2012

Pesquisar nesta área