SCHISTRESOURCE - Xistos como Recurso. Sua Caracterização e Avaliação como Rocha Ornamental

resumo

 

 Amostras de algumas das rochas xistentas estudadas

 

O xisto era um material muito usado na construção sobretudo no Norte e Centro de Portugal, tendo a sua utilização vindo a decair a partir da segunda metade do séc. XX, por ter sido considerado um material pouco nobre, situação que se começa a inverter. Este projeto I&D da FCT pretendeu proceder à caracterização estrutural, mineralógica, petrográfica e tecnológica de ocorrências de rochas xistentas no Nordeste de Portugal, com potencial económico. Pretendeu, ainda, promover estas rochas como um recurso geológico. Para alcançar estas metas, foram estudadas cartas geológicas de modo a selecionar as unidades capazes de albergar rochas xistentas com potencial económico. Depois, foi levada a cabo uma campanha de prospeção, assim como de colheita de amostras. Este projeto teve como objetivos essenciais: a) caracterizar os principais locais de exploração; b) cartografar detalhadamente esses locais; c) efetuar análises petrográficas e químicas, bem como testes físicos e mecânicos, com vista a estudar a viabilidade da sua exploração e as possibilidades de utilização/aplicação; d) promover o xisto a recurso geológico em áreas do Norte de Portugal.

Pesquisar nesta área
Temas relacionados