SELFWATER - Desenvolvimento de um sistema de dessalinização solar com possibilidade de autonomia energética

resumo

O projeto SelfWater (SW) tem como objetivo o desenvolvimento pré-comercial de um protótipo de dessalinização do tipo humidificação-desumidificação (HDH) alimentado por energia solar térmica, com a finalidade de produção descentralizada de água potável para abastecimento de pequenas comunidades. Está especialmente vocacionado para o mercado local e regional, no complemento da atividade das entidades gestoras da rede pública no abastecimento descentralizado de água e na resolução de situações limite onde as fontes de água potável apresentem contaminação salina.

O protótipo de dessalinização SelfWater funciona em pequena escala com baixo consumo energético, podendo atingir a produção diária de 50 litros de água potável. O protótipo tem uma configuração cilíndrica, com duas câmaras concêntricas. A interior, funcionando como câmara de evaporação e a do exterior, como câmara de condensação. Na câmara de evaporação, a água salgada, previamente aquecida, é introduzida por um pulverizador, sob forma de pequenas gotas e reduzido caudal.

Em função dos sistemas comerciais atuais que recorrem a energias renováveis de origem solar, baseados em processos de osmose inversa e de ultrafiltração, o protótipo de dessalinização SelfWater apresenta um aumento da eficiência energética por m3 de água dessalinizada, tornando-se assim, num sistema inovador de abastecimento de água potável para consumo humano.

O protótipo de dessalinização SelfWater pode ainda ser dotado de autonomia energética através de sistema solar térmico e fotovoltaico, colocando-o numa vantagem competitiva face ao atual panorama do mercado de dessalinização de água do mar, muito dependente de energia elétrica e com elevados custos de instalação e de exploração.

Como promotor, a Self Energy Inovation, traz ao projeto o seu largo conhecimento de mercado das energias renováveis e da auditoria energética. Os parceiros do SCT, o LNEG e o IPS-ESTS, trazem ao projeto o indispensável complemento de formação científica e aconselhamento enquanto que a empresa Ambilogos assegura a especialidade de engenharia e produção de equipamentos em materiais termoplásticos.

Pesquisar nesta área
Temas relacionados
Unidades envolvidas