PROTEJO - Protecção Anticorrosiva de Embarcações em Alumínio do Tejo

resumo

 

É evidente a importância dos meios marinhos e fluviais, para um país com as características geográficas de Portugal. Foram recentemente definidas como áreas prioritárias de intervenção nacional os oceanos, os mares e os estuários dos grandes rios, pela sua enorme importância socio-económica. O estuário do rio Tejo tem uma intensa actividade socio-económica, que implica o uso de embarcações dos mais variados tipos e dimensões. As que exercem a sua actividade exclusivamente no Estuário e em condições intermitentes de actividade, atingindo velocidades elevadas e simultaneamente períodos de quase imobilidade, são as que normalmente colocam os piores problemas de corrosão metálica e de consumo de combustível.

Os objetivos deste projecto são:

  1. Apoiar a Transtejo na selecção de alternativas mais eficazes e ecológicas de intervenção anticorrosiva, inerentes não só à manutenção das suas actuais embarcações, como também à melhor especificação das novas construções;
  2. Apoiar os Estaleiros de Construção Naval/ Projectistas, na selecção dos materiais e das técnicas de protecção anticorrosiva mais adequadas à redução drástica dos problemas de corrosão;
  3. Apoiar os fabricantes de tintas através do estudo dos seus produtos em condições específicas;
  4. Contribuir para a Economia Nacional ao reduzir os custos de manutenção e de combustível das embarcações que operam no Estuário do Tejo.

 

Resultados esperados:

Este Projecto pretende contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico da TransTejo e das Empresas que directa e indirectamente estão envolvidas na construção e reparação naval, através da selecção de alternativas mais eficazes e ecológicas de intervenção contra a corrosão.

 

 

 

Pesquisar nesta área
Temas relacionados