SIGEolos - Mapeamento do potencial renovável em SIG

resumo

O projeto SIGEolos, tem como objetivo o mapeamento georreferenciado do potencial renovável em plataformas padrão de Sistemas de Informação Geográfica (e.g. software ArcGIS), de forma a permitir a gestão e atualização da elevada quantidade de informação que lhe está inerente. Neste contexto têm sido desenvolvidos trabalhos na área da eólica convencional, em particular no estudo do mapeamento do recurso eólico para a caracterização de parques eólicos no que se refere à seleção de áreas com interesse do ponto de vista energético. Como exemplo destacam-se trabalhos desenvolvidos no âmbito do projeto “Atlas e Bases de Dados do Potencial Eólico e Estimativas de Produção energética de Parques Eólicos” onde os resultados mapeados são inseridos num programa SIG para identificação de áreas de interesse (e.g. Venezuela e Moçambique). Refere-se ainda o estudo do recurso eólico em ambientes urbanos e construídos, atualmente parte de uma tese de Doutoramento na área da microgeração eólica e solar. No caso da componente eólica, pela sua complexidade, recorreu-se a metodologias convencionais e modelos CFD para o mapeamento do recurso eólico. Os resultados obtidos com metodologias convencionais são calibrados com os obtidos por aplicação de CFD de forma a construir um mapeamento tão fiel quanto possível do potencial eólico existente numa área urbana. Posteriormente e de acordo com o plano de trabalhos, são introduzidos os resultados num SIG para a identificação de áreas de zona urbana adequadas aos aproveitamentos quer eólico quer solar, e para a identificação do potencial eólico e solar sustentável de uma área urbana. No âmbito deste trabalho decorre uma tese de doutoramento e foi efetuado um estágio com a FCUL para o mapeamento do potencial eólico em Portugal continental para efeitos de microgeração eólica.

Pesquisar nesta área
Temas relacionados