Projeto LIFESOLAR

LIFESOLAR - Tempo de vida dos principais componentes para aplicações de energia solar térmica

resumo

Os coletores solares térmicos são o principal componente dos sistemas solares para produção de água quente para aplicações tais como aquecimento de piscinas, água quente sanitária ou água quente para processos industriais com temperaturas de funcionamento de 20-95ºC, bem como de sistemas solares térmicos para aplicações industriais a média temperatura (95ºC-250ºC). Estas aplicações abrangem diferentes tecnologias de coletores que vão de coletores estacionários a coletores concentradores com seguimento. Os principais componentes destes coletores são o absorsor e o refletor.

Portugal é um país com grande potencial de aproveitamento de energia solar térmica, devido ao elevado recurso solar. Este facto aliado a uma extensa linha de costa, tem um forte impacto na durabilidade dos materiais utilizados nos colectores, quer sejam metálicos ou poliméricos e, consequentemente, no seu tempo de vida útil. Alguns destes materiais são particularmente susceptíveis à corrosão/degradação, tendo em conta a conjugação dos diferentes parâmetros atmosféricos, nomeadamente os cloretos, o dióxido de enxofre, a humidade relativa e a radiação ultravioleta. Os absorsores são habitualmente constituídos por um substrato metálico onde é aplicado um revestimento (orgânico ou inorgânico), mas também podem ser integralmente em materiais poliméricos. Em coletores com cobertura os materiais elastoméricos funcionam como vedantes do coletor, sendo por isso elementos chave que garantem o tempo de vida do coletor. Os tempos de vida destes componentes são muito relevantes uma vez que condicionam se os sistemas são economicamente viáveis.

A presente proposta concentra-se em aspetos de avaliação do tempo de vida dos componentes chave de coletores para baixas e médias temperaturas. Estes componentes são os absorsores, os refletores e os vedantes.
 

Os objetivos do projeto são:

  • Estabelecer a correlação dos mecanismos de degradação dos componentes-chave dos coletores solares térmicos (CST), ou seja, absorsores, refletores e vedantes, em exposição natural com os ensaios de envelhecimento acelerado;
  • Desenvolvimento e validação de metodologias de ensaio de envelhecimento acelerado para a qualificação dos componentes;
  • Avaliação da vida útil de absorsores, refletores e vedantes considerando duas categorias de corrosividade atmosférica (média e muito alta);
  • Incrementar a estabilidade de uma tinta seletiva para aumentar a sua vida útil como revestimento seletivo para CST e para outras aplicações de energia solar (fachadas de edifícios, bombas de calor assistidas por energia solar);
  • Transferência de conhecimento e aumento da oferta de serviços laboratoriais para as empresas que produzem os componentes e CST para estimular a internacionalização e um mercado de energia solar térmica mais confiável.


Mais detalhes sobre o projeto podem ser obtidos aqui